Loading...
Dossie_CQM Created with Sketch.

Dossiês recentes

Capítulo 13

Produção de conteúdo

Jogando o assunto na roda

Maconha, Intolerância, Mobilidade, Lixo e Suicídio. Essa foi a ordem que o CQM priorizou para jogar na mesa das redes sociais temas tabus e que eram – e ainda são – carentes de debate qualificado.

Cada um dos assuntos foi trabalhado como prioridade por três meses, com intensa produção de conteúdo, monitoramento e produção de dossiês, até que chegamos ao tema do suicídio, em abril de 2017, coincidentemente, o mesmo período que o tema do suicídio foi mais falado na Internet, pelo menos, nos últimos 5 anos, segundo  o Google.

O CQM vem falando sobre suicídio e seus outros temas desde outubro de 2015. Todo esse tempo possibilitou que estivessemos preparados para as mais diversas reações dos usuários, ainda mais quando se toca em um tema tão tenso como esse.

Foram mais de 200 publicações sobre suicídio nas redes, mais de 100 mil ações de engajamento (curtidas, comentários e compartilhamentos). Passamos de 2 milhões de pessoas alcançadas (apenas com o tema suicídio). Números que comprovam a necessidade de debate sobre o assunto, e como as pessoas reagem e participam quando alguém aparece propondo a discussão.

A seguir estão algumas das principais peças que produzimos durante esse período e sua repercussão.

Pedidos de ajuda

O CQM sempre teve a intenção de trocar ideia de igual para igual com seus seguidores. Uma interação à mesma altura, sem burocracia, papo de amigo mesmo. A linguagem da página, suas publicações e identidade, estimulam os usuários a nos enxergarem como um lugar confortável para debater temas proibidos – principalmente – em almoços de família por aí.

Assim, ao tratar de suicídio, recebemos algumas mensagens diretas, com pedidos de ajuda de pessoas que estavam deprimidas, muitas delas pensando na possibilidade de tirar a própria vida. Ao receber esses pedidos de socorro procuramos, na medida do possível, entender e oferecer apoio. E sempre, ao final, sugerindo a procura por ajuda profissional e o contato do CVV.

Vamos apresentar agora alguns trechos de mensagens recebidas na página do Comunica Que Muda, de pessoas pedindo ajuda e saídas para casos de depressão e de pensamentos suicidas.